Catálogo de Livros

Diálogos do meu Cão com uma Pedra

14,00

Por Domingos Videira

Sinopse

O Jaguar era um velho cão que toda a sua vida tinha pretendido honrar o nome que lhe tinham atribuído. Pouco social, pelo preto e, se não caçava para se alimentar, caçava todos os que não se portavam bem com ele e não respeitavam a sua área de domínio.
Foi num dia em que tudo parecia estar a correr normalmente que, subitamente, sofreu um impacto na cabeça que o deixou atordoado.
Rapidamente percebeu que alguém lhe tinha acertado com uma pedra e fugido. Farejou e rapidamente encontrou a pedra que o atingira.
Cheirou-a para tentar identificar o autor da agressão e estremeceu quando ouviu:
– Afasta esse nariz molhado e cheio de ranho, rafeiro.
Surpreso, o Jaguar recuou. Refeito da surpresa, e apesar do seu esforço, não conseguiu retomar a sua pose de quem não vacila perante nada e questionou:
– Mas tu és uma pedra?!
– Ah! Vejo que és inteligente. Sabes reconhecer uma pedra.
– Mas as pedras não falam…
– Decididamente… tu és inteligente! Sabes que as pedras não falam. E então os cães, falam ou ladram?
A partir desse momento, Jaguar apercebe-se de que ao passar a usar a linguagem humana, perde a capacidade de comunicar com os da sua espécie. Determinado em descobrir quem lhe atirou com a pedra à cabeça, apercebe-se de que a pedra é o seu único interlocutor. Ao longo das conversas que tem com ela, descobre que a sua existência é uma criação do autor, contra quem procura rebelar-se pelo papel que o “escriba” lhe atribuiu.

Sobre o autor

Domingos Videira nasceu na aldeia transmontana S. Martinho de Anta, onde viveu até aos 12 anos, idade com que foi viver para Lisboa. A condição económica familiar levou a que começasse a trabalhar, pouco tempo após a sua chegada à capital, à semelhança dos restantes membros da família. Aos 18 anos foi sensível ao conselho de uma colega de trabalho, e percebeu que só estudando poderia alterar o rumo da sua vida. Iniciou então os estudos como trabalhador estudante, condição de manteve até à conclusão do curso de Medicina em 1990, na Faculdade de Medicina de Lisboa. O exercício da Medicina Geral e Familiar (MGF) e a sua integração num grupo excecional de colegas, fizeram-no sentir que as dificuldades e as privações que passou para concluir o curso de medicina, foram largamente compensadas pela experiência partilhada que vivenciou durante esses anos que trabalhou como médico MGF. Cumulativamente, durante a realização do curso, iniciou carreira na área do marketing, num laboratório farmacêutico português.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Diálogos do meu Cão com uma Pedra”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

➡️ 10 Passos para o Sucesso do seu Livro ⬅️

[et_bloom_locked optin_id=”optin_3″] 

Subscreveu a nossa newsletter com sucesso!

Faça download do seu guia gratuito aqui:

»» 10 Passos para o Sucesso do seu Livro ««

[/et_bloom_locked]

Pin It on Pinterest